Acompanhantes Belo Horizonte

Quanto tempo dura uma relação sexual? Tem tempo médio?

Quanto tempo dura uma relação sexual? Tem tempo médio?

Quanto tempo dura uma relação sexual?! Na hora de escolher uma acompanhante pode vir à mente aquela dúvida em relação ao próprio desempenho. Geralmente, “durar pouco tempo” pode representar certa aflição para algumas pessoas.

Já demos algumas sugestões de práticas que te deixarão mais seguro na hora H. Ainda assim, acompanhe esse conteúdo e entenda quanto tempo, em média, dura uma relação sexual, e saiba como agir para não fazer feio!

Por que o tempo é importante

As mulheres possuem um sistema de prazer diferente dos homens. Geralmente, a excitação no organismo masculino é mais ágil e dura por um menor período. No corpo feminino, por sua vez, o contrário ocorre, e a excitação demora, permanecendo por mais tempo quando ocorre.

Por isso, é comum que homens com ejaculação precoce tenham más experiências com suas acompanhantes ou gps. O ideal é alinhar o período, de maneira que ambos saiam satisfeitos, sem sentir desconforto ou irritação.

No fim, caso exista interesse em dar prazer à parceira, a variável tempo não é tão relevante. Muito embora a mulher demore mais para atingir orgasmos, as preliminares podem tornar o processo mais rápido. 

Além disso, não é necessário ter nervosismo: ao aproveitar o momento adequadamente, você não irá nem sequer notar que o relógio está correndo. Por isso, deixe que as coisas ocorram naturalmente, e capriche nas carícias!

Quanto tempo dura uma relação sexual

Por incrível que pareça, o tempo médio das relações sexuais é de 5,4 minutos. A pesquisa cobriu cerca de 400 casais heterossexuais, de cinco nacionalidades. O período cronometrado diz respeito ao momento de penetração até a ejaculação que os homens dos casais apresentaram.

Algumas estatísticas encontradas na pesquisa ainda surpreendem:

  • O tempo mínimo registrado foi de 33 segundos
  • O tempo máximo registrado foi de 44 minutos.
  • Em geral, o tempo médio, desde preliminares até o fim da relação, é de 11 minutos.

Vale lembrar que apesar de importante para as garotas, o tempo de relação sexual não é o principal indicador de bom desempenho. Na realidade, para saber se está indo bem, alguns pontos são muito apreciados por elas:

  • Delicadeza: certa dose de leveza no momento da relação faz toda a diferença para as garotas. Isso porque o toque estimula o corpo feminino, então fazer algumas carícias é uma boa jogada.
  • Precisão: na hora de tocar, toque no lugar certo. Não adianta ficar estimulando locais onde elas não sentem prazer! Avalie as feições da garota, e identifique onde a reação é mais intensa.
  • Estratégia: o ponto G feminino e o clitóris são as regiões mais sensíveis e prazerosas para a mulher. Por isso, na hora da relação encontre-os e seja estratégico ao estimulá-los. Que tal alternar?!

Equilíbrio resolve!

Se você ainda está na dúvida e não sabe se está fazendo um bom trabalho, lembre-se que o diálogo é fundamental. Mulheres são por natureza mais comunicativas, e explicar suas inseguranças pode ser muito mais fácil.

Além disso, não são todas as garotas que curtem muita enrolação. Só é possível entender as preferências e proporcionar um bom momento através de uma boa conversa.

Ainda assim, na dúvida, é melhor equilibrar. Inove nos movimentos, carícias e beijos, sem ficar muito tempo na mesma coisa. Outra sugestão, para explorar novas sensações é a partir de massagens eróticas, ou novas experiências. Tudo isso amplia seu repertório e garante muito mais prazer para ambas as partes!

A ideia é entender que não importa quanto tempo dura uma relação sexual, mas sim o quanto esse tempo é aproveitado. Sendo assim, continue acompanhando o blog para entender como fazer os minutos renderem lembranças inesquecíveis!


Se quiser testar os novos conhecimentos de tempo e ter uma experiência inesquecível, conheça nossas modelos hoje mesmo!

Busca por Acompanhantes em Belo Horizonte